Por Giovana Pinheiro

MARTINE

GRAEL

A Gigante da Vela

Acervo

Uma carioca de Niterói que dificilmente não encontraria logo cedo o caminho da vela. Filha do bicampeão olímpico Torben Grael, Martine Grael começou a velejar com apenas quatro anos de idade.

Reprodução

Martine logo começou a se destacar e conquistar seus primeiros títulos. Em 2004 e 2006, sagrou-se bicampeã brasileira na classe Optmist.

Acervo

Na mesma época, conheceu uma pessoa que mudaria para sempre a sua vida: Kahena Kunze, filha do velejador Cláudio Kunze, que mais tarde viraria sua parceira de tantos títulos.

Reprodução

Em 2009, Martine e Kahena foram campeãs mundiais júnior na classe 420. Kahena esperou um convite da parceira para formar dupla em Londres 2012, mas a carioca preferiu competir com Isabel Swan. As duas acabaram sem vaga.

Reprodução

O sucesso na vela estaria ao lado de Kahena Kuze. Martine fechou a parceria com a amiga para o ciclo da Rio 2016 na categoria 49er FX. Logo no primeiro mundial de 2013, disputado na França, foram vice.

SailingWorldCup

Um ano depois, foram campeãs do mundo, algo que lhes rendeu o prêmio do COB de melhores do ano de 2014. Em 2015, foram novamente vice-campeãs do mundo e faturaram a prata nos Jogos Pan de Toronto.

YouTube/omarfreis

A partir dali a entrosada a dupla colecionou diversas medalhas. A mais importante de todas veio nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. O ouro de Martine Grael e Kahena Kunze na classe 49er FX.

Reprodução

Martine e Kahena seguiram competindo no mesmo nível após os Jogos do Rio. Foram medalhistas de prata nos dois mundiais seguintes, disputados em 2017 e 2019.

Lima 2019

No Pan de Lima, além de terem faturado a medalha de ouro, tiveram a honra de carregar a bandeira do Brasil na cerimônia de abertura, se tornando as primeiras mulheres brasileiras a realizar o feito.

Rede Nacional do Esporte

Classificada para Tóquio 2020 ao lado de Kahena, Martine Grael irá em busca do seu segundo ouro olímpico e igualar, aos 30 anos, o feito conquistado pelo pai, que tinha 44 anos quando se tornou bicampeão olímpico.

CONHEÇA MAIS A MARTINE

Reprodução