O ESPORTE
EM 2022
Por Otávio Pilz

A chinesa se sagrou bicampeã olímpica em Atenas-2004 e Pequim-2008 (-52kg). Também tem na coleção uma prata no mundial de 2002.

10. Xian Dongmei

Por conta da Pandemia de Covid, diversos eventos esportivos ou foram cancelados ou tiveram suas datas alteradas. Confira o calendário com os mais importantes de 2022.

Olimpíada de Inverno

ONDE: Pequim/China
QUANDO: 4 a 23 de fevereiro
O Brasil vai aos Jogos de Inverno com cerca de 15 atletas. Destaque para Edson Bindilatti, do Bobsleigh.

Jogos Sul-Americanos
da Juventude

ONDE: Rosário/Argentina
QUANDO: 28 de abril a 8 de maio
Esta será a 3ª edição do evento que tem o Brasil como maior medalhista. São 26 modalidades em disputa.

Mundial de Esportes Aquáticos

ONDE: Fukuoka/Japão
QUANDO: 13 a 29 de maio
Liderados por Ana Marcela Cunha e Bruno Fratus, os brasileiros caem na piscina atrás de medalhas no Japão.

Copa do Mundo 
de Basquete 3x3

ONDE: Antuérpia/Bélgica
QUANDO: 20 a 27 de junho
O Brasil está classificado tanto no masculino quanto no feminino, já que foi vice nas Américas em ambos.

Copa América
de Futebol Feminino

ONDE: Colômbia
QUANDO: 8 a 30 de julho
A competição classifica três seleções diretamente para a Copa do Mundo de 2023, disputada na Austrália.


Mundial de Atletismo

ONDE: Eugene/Estados Unidos
QUANDO: 15 a 24 de julho
Alisson dos Santos, Thiago Braz & cia vão atrás das medalhas que não vieram na última edição, em 2017.

Mundial de Vôlei
Masculino

ONDE: Rússia
QUANDO: 26 de agosto a 11 de set.
Tricampeã e finalista nas últimas 5 edições, a seleção brasileira inicia uma renovação na competição.

Mundial de Vôlei Feminino

ONDE: Holanda e Polônia
QUANDO: 23 de setembro a 15 de out.
Após a surpreendente campanha em Tóquio-2020, as brasileiras entram em quadra atrás do título inédito.


Jogos Sul-Americanos

ONDE: Assunção/Paraguai
QUANDO: 01 a 15 de outubro
O Brasil busca retomar o "título" dos Jogos, perdido para a Colômbia na última edição, Cochabamba-2018.


Copa do Mundo

ONDE: Catar
QUANDO: 21 de novembro a 18 de dez.
A seleção brasileira luta para não igualar seu maior jejum de títulos: 24 anos entre 1970 e 1994.
EM 2022, O ESPORTE
PASSA AQUI